Missão Impossível – Efeito Fallout (Mission:Impossible-Fallout, 2018)

Avaliação do Autor:

Deepois de 5 filmes, todos esperariam que a franquia “Missão Impossível” desse sinais de cansaço e de uma repetição enfadonha.  Mas o que se vê nos cinemas é totalmente o contrário, “Efeito Fallout” é simplesmente o melhor filme da série, claro que explicarei isso nesta crítica.

O diretor Christopher McQuarrie, que comandou este e o longa anterior da franquia, “Nação Secreta” fez um diferencial nos filmes da série, desde os precisos movimentos de câmera, passando pela luz, nunca nem mais nem menos, ainda sem abusar tanto da música para criar o suspense, enfim, e isso não é pouco, lembrando que craques como Brian De Palma e John Woo, entre outros, já dirigiram filmes da franquia.

A história de “Efeito Fallout” está totalmente ligada ao filme anterior, “Nação Secreta”, até o vilão é o mesmo, Solomon Lane (Sean Harris).  No longa o espectador se sente como se estivesse em uma montanha-russa, tudo o que você jamais pensou, ocorre em “Efeito Fallout” e, quando você acha que já foi tudo, vem um final arrebatador e extremamente tenso. As longas duas horas e 27 minutos passam rápido e o espectador fica querendo mais adrenalina, esperando e torcendo para que venha um sétimo filme da franquia.

Vários aspectos merecem ser enaltecidos. O roteiro não esconde os antagonistas e a ação começa de imediato. A primeira cena do filme já mostra que veremos um Ethan Hunt (Tom Cruise) diferente, o que já vem desde o longa anterior, pois mostra um agente mais sensibilizado, mais humano, mais cavalheiro, um tipo de Jack Bauer  dos cinemas. Para quem não se lembra, Bauer era o protagonista do saudoso seriado “24 Horas”. Não entrarei em maiores detalhes porque poderia soltar spoilers, o que jamais você verá neste blog feito por um apaixonado por cinema.

O elenco está todo muito bom, como de costume, com exceção de Henry Cavill (August Walker), que ainda não mostrou o seu talento como ator.

Sinopse: Obrigado a unir forças com o agente especial da CIA August Walker (Henry Cavill) para mais uma missão impossível, Ethan Hunt (Tom Cruise) se vê novamente cara a cara com Solomon Lane (Sean Harris) e preso numa teia que envolve velhos conhecidos movidos por interesses misteriosos e contatos de moral duvidosa. Atormentado por decisões do passado que retornam para assombrá-lo, Hunt precisa se resolver com seus sentimentos e impedir que uma catastrófica explosão ocorra, no que conta com a ajuda dos amigos de IMF.

Dê sua Opinião